Sinopse
O original aborda uma realidade comum à grande maioria dos núcleos familiares, que instigam a competitividade e até mesmo a intriga entre parentes. Acima de tudo, o original é rico em sarcasmo. Todas as situações abordadas na trama foram minuciosamente pensadas para transmitir um duplo sentido, controverso entre si. A trama começa com a detenção proveniente de uma cilada "familiar" com posterior condenação da personagem principal e termina com o veredicto aplicado ao "descendente" desse mesmo património de constantes conspirações familiares. Tal como na vida real, nem todas as nossas experiências tem um desfecho nítido ou concreto, é como se, algo ficasse em suspenso transmitindo uma ilusão de que a qualquer altura da vida se pode resgatar ou concluir determinada situação. Este romance aborda a esquizofrenia num foco interessante. Afinal a esquizofrenia de Frederica é um transtorno neurológico, uma possessão demoníaca, um pouco de ambas ou uma interferência espiritual/energética que desequilíbra o sistema neurológico. A personagem tem todos os sintomas de esquizofrenia, mas a certa altura começa a comportar-se como se fosse um ser tribal e age como se alguém exterior à sua existência estivesse a coordenar todo o seu corpo para transmitir uma mensagem a alguém muito próximo de Frederica. Estas informações são tão precisas que o Dr. Helberg começa a fazer uma investigação e confirma todos os dados da paciente, como verídicos. Sendo Helberg médico e responsável por manter a sua paciente em equilíbrio, este decide que seria conveniente tentar recorrer à ajuda espiritual para tentar perceber o que de fato está perante os seus olhos. É interessante ver a luta deste médico em defesa de sua paciente, quando a família é ateia e não admite que religião alguma justifique a loucura de Frederica...
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789892057903
  • Editora: ESCRYTOS|ED. AUTOR