Sinopse
"Sentiam-se felizes quando à tardinha davam as mãos e desciam até praia para verem o pôr do sol. Sentavam-se na areia sempre bem juntos, o menino sentia-se apoiado naquele homem destemido que vivia sozinho e não tinha medo das sombras do arvoredo penduradas no chão." "Quando as ondas engolem gargalhadas" "Enquanto esperava ouviu uma mulher lastimar a sorte do filho: - Antes a morte que a prisão... Filomena sabia muito bem como era a dor de perder um filho, não estava de acordo com o que tinha ouvido e iria prová-lo a si própria." "Cela 45" "Abraçávamos o mundo nas palavras floridas, na amizade que nos unia e nas horas despidas de tristeza. Éramos colegas e amigas, repartíamos com alegria os batons, sonhos, quimeras, revistas e as ideias." "Eu fui lá" "As margens do Tejo começam a desenhar-se cada vez com mais nitidez e as colinas ao quererem tocar no céu são envoltas pela claridade, qual xaile com franjas de saudade a realçar-lhes o perfil." "Passageira clandestina"
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789893308967
  • Editora: ESCRYTOS|ED. AUTOR