Sinopse
[...] Os contos de João Melo põem em cena relações de personagens masculinas e femininas, no estado adulto mais desapiedado, cruel e sacana que se possa imaginar. 
Desmantelam não só as ideias feitas sobre a pós-independência, que outros também trataram, mas sobretudo derruindo sem qualquer centelha de exotismo a instituição familiar e as relações aparentemente livres e igualitárias de homens e mulheres numa nova sociedade, atingindo assim o cerne da célula burguesa. O autor faz isso com uma verve e acutilância de levar o riso às lágrimas, conjugando, como poucos escritores no mundo (digo bem, sem receio), o humor crítico da coisa  social, política, sexual, ideológica, com a deliciosa ironia sobre a própria organização narrativa, em jeito pós-moderno inquieto e atrevido de quem lembra constantemente ao leitor  que o real nunca entra no texto, mas este pode mudar a realidade de quem lê.
Pires Laranjeira
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789722130288
  • ISBN do Ebook: 9789722130295
  • Editora: CAMINHO
  • Ano de Edição / Impressão: 2020
  • Dimensões: 210 x 136 x 10 mm
  • Páginas: 144
O autor
JOÃO MELO nasceu em 1955, em Luanda (Angola). Fez os estudos primários e secundários na referida cidade. Estudou Direito em Coimbra (Portugal), licenciou-se em Jornalismo em Niterói (Brasil) e fez o mestrado em Comunicação em Cultura no Rio de Janeiro (Brasil). Foi publicitário, professor universitário, parlamentar (1992-2017) e ministro (2017-2019). Membro fundador da União de Escritores Angolanos e da Academia Angola de Letras e Ciências Sociais. Atualmente dedica-se exclusivamente à escrita, dividindo o seu tempo entre Angola, Portugal e Estados Unidos. Em 2008 recebeu o Prémio Maboque. Em 2009 foi-lhe atribuído o Prémio Nacional de Cultura e Artes de Angola, categoria de literatura.
Ler mais Ler menos