Sinopse
São 00h15 e não há luar.
Agachadas na escuridão, imóveis e em silêncio, as dezoito mulheres da secção de transmissões observam o denso desfile de sombras que se dirige para a margem do rio. Não se ouve nem uma voz, nem um sussurro. Só o som dos passos, às centenas, na terra molhada pelo relento noturno; e, às vezes, o leve entrechocar metálico de espingardas, baionetas, capacetes de aço e cantis.
A sucessão de sombras parece interminável.
Assim começa Linha da Frente, na noite de 24 para 25 de julho de 1938. A XI Brigada Mista do Exército da República atravessa o rio para se estabelecer em Castellets del Segre. Mas as tropas nacionalistas defendem a área. A Batalha do Ebro está prestes a começar, a mais cruel e sangrenta de todas as batalhas da Guerra Civil.
Pela primeira vez em trinta anos de carreira literária, Arturo Pérez-Reverte aborda a Guerra Civil Espanhola. Combina ficção, factos históricos e testemunhos pessoais, colocando o leitor entre aqueles que, por vontade própria ou por força das circunstâncias, lutaram nas frentes de batalha. O que resulta é mais do que um romance sobre a guerra civil, é um retrato de homens e mulheres em tempos de guerra.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789892354958
  • Editora: ASA
  • Ano de Edição / Impressão: 2022
  • Dimensões: 234 x 157 x 41 mm
  • Páginas: 624

PROMOÇÕES ATIVAS

Novidades
O autor
Arturo Pérez-Reverte nasceu em Cartagena (Espanha), em 1951. Após uma longa carreira como jornalista, nomeadamente como repórter de guerra – nesta qualidade, cobriu os conflitos internacionais mais relevantes entre 1973 e 1994 -, dedicou-se exclusivamente à escrita.
É atualmente o autor espanhol mais lido no mundo, estando já traduzido em 40 idiomas.
É autor de uma extensa obra, com frequência adaptada ao cinema. Desde 2003 é membro da Real Academia Espanhola.
Ler mais Ler menos