Sinopse
Livro recomendado PNL2027 dos maiores de 18 - leitura fluente

Os textos reunidos neste livro foram seleccionados a partir das crónicas de «Um Dia Qualquer» escritas para o jornal Público, num ritual que se repete semanalmente desde Janeiro de 2008. Não saberia identificar-lhes um estilo, nem sequer uma intenção maior, para além do desejo de as entregar às generosas editoras do P2, dentro do prazo, sobre algo que me tenha inspirado em determinado dia ou uma memória que julgava perdida.


Kalaf, benguelense, criado no seio de uma família de funcionários públicos, com ligações à vila da Catumbela, lugar que visita com regularidade.
A música e os palcos do mundo lhe permitiram traçar um mapa afetivo das pessoas que habitam a sua memória, assim como os locais que o marcaram – da fábrica de açúcar do Cassequel ao Caminho de Ferro de Benguela, da Restinga do Lobito à rua Jacob de Paiva, onde aprendeu a equilibrar-se numa bicicleta. A aventura poética  teve início em finais dos anos 90, em Lisboa, numa altura em que a cidade ensaiava novas linguagens rítmicas, buscando novos caminhos para a música urbana feita em português. Neste percurso cruzou-se com os pioneiros do movimento de música eletrónica, contou estórias e gravou dois «disco- falados» que lhe valeram o título de Poeta-Cantor, A Fuga... e Strategies And Survival. Com o produtor João «Branko» Barbosa, crente de que era possível exportar Lisboa para mundo, fundou a Enchufada, núcleo de produção musical, editora independente e incubadora de ideias como Buraka Som Sistema. Em 2011 é editado, pela Caminho, o seu primeiro livro de crónicas, Estórias de Amor para Meninos de Cor.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789722124584
  • Editora: CAMINHO
  • Ano de Edição / Impressão: 2011
  • Dimensões: 210 x 135 x 15 mm
  • Páginas: 240