Sinopse
Vivemos imersos num imenso esquecimento e não nos preocupamos com isso. Só aqueles que, como Ulisses, regressam vinte anos depois à sua Ítaca natal podem ver de perto, atónitos e deslumbrados, a deusa da ignorância.
A história de uma mulher e de um homem que se reencontram por acaso durante a viagem de regresso ao seu país natal, de onde emigraram vinte anos antes, tendo interrompido a sua estranha história de amor, é o catalisador de uma excepcional reflexão sobre um fenómeno que, no século xx, atingiu uma dimensão sem igual na história: a emigração.

Depois de A Imortalidade, A Lentidão e A Identidade, romances que parecem fazer parte de um projecto maior, Kundera propõe com A Ignorância mais uma pujante análise da condição humana e da contemporaneidade assente num discurso que tem tanto de irónico como de corrosivo.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789722065481
  • Editora: DOM QUIXOTE
  • Ano de Edição / Impressão: 2020
  • Dimensões: 234 x 158 x 11 mm
  • Páginas: 160
O autor
Milan Kundera nasceu a 1 de abril de 1929, em Brnö, na antiga Checoslováquia. Em 1975 fixou residência em Paris, tendo, em 1981, adotado a nacionalidade francesa.
Autor de uma vasta obra, que abrange o romance, o ensaio e a poesia, é considerado um dos mais importantes escritores do século XX. A Insustentável Leveza do Ser é a sua obra mais aclamada pelos leitores e pela crítica, e em muito contribuiu para o tornar num autor reconhecido internacionalmente.
Entre outros, foram atribuídos a Milan Kundera o Prémio Médicis (1973), o Prémio Mondello (1978), o Prémio Common Wealth (1981), o Prémio Jerusalém (1985) e o Prémio Independent de Literatura Estrangeira (1991).
Ler mais Ler menos