Sinopse
Na costa da Colômbia virada ao Pacífico – num lugar onde a paisagem luxuriante contrasta com uma pobreza extrema e o homem é uma migalha diante da força dos elementos – vive Damaris, uma negra com cerca de 40 anos que toda a vida quis ser mãe. A sua relação com o marido tornou-se, aliás, fria e turbulenta à medida que o casal foi sacrificando tudo o que tinha à obsessão de Damaris e, apesar disso, ela nunca conseguiu engravidar.
Mas a vida desta mulher frustrada parece encontrar uma réstia de esperança no dia em que adopta a última cadelinha de uma ninhada. Só que, tal como os filhos nem sempre correspondem às ambições que os pais têm para eles, Chirli também não será a cadela com que Damaris sonhou.
Esta é uma novela brilhante sobre a maternidade, a traição, a lealdade, a culpa, e também sobre a relação enigmática e por vezes excessiva entre os donos e os seus animais. Uma história narrada pela voz confiante e madura de uma escritora que viu o seu livro ser traduzido em mais de uma dezena de línguas e chegar à final do National Book Award nos EUA.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789722071314
  • ISBN do Ebook: 9789722071321
  • Editora: DOM QUIXOTE
  • Ano de Edição / Impressão: 2021
  • Dimensões: 235 x 157 x 10 mm
  • Páginas: 128

BOOKTRAILER

O autor
Pilar Quintana (Cali, 1972) é uma das mais aplaudidas e lidas escritoras de toda a América Latina. Trabalhou como guionista de televisão e redatora de publicidade, mas teve também outras ocupações menos ligadas às letras, como ser terapeuta de jaguares, vender roupas ou passear cães. Foi escritora-convidada na Universidade do Iowa e participou no Workshop de Escritores Internacionais na Universidade Batista de Hong Kong. Foi ainda co-autora do guião do filme Lavaperros, realizado por Carlos Moreno, que este ano venceu em Huelva o Prémio Manuel Barba da Associação de Imprensa para o melhor guião. Viajou por todo o mundo ao longo de três anos e instalou-se num vilarejo da costa do Pacífico, numa casa sem eletricidade nem água canalizada, donde partiu para Bogotá, onde agora reside. A Cadela representou um marco na sua carreira como escritora e foi o romance literário mais vendido na Colômbia nos últimos anos, tendo vencido o Prémio Biblioteca de Narrativa Colombiana. Pilar Quintana confessou numa entrevista tê-lo escrito de fio a pavio no telemóvel, enquanto amamentava o filho bebé.
Ler mais Ler menos