Sinopse
«O comentário político é sempre uma forma de “sociologia selvagem”. Ou, abreviando, de sociologia tout court. Vamos indo e vamos vendo, colhendo sinais aqui e ali, até surgir uma “opinião” que, como diriam os Gregos, está sempre situada entre a sabedoria e a ignorância. Pelo meio, logicamente, introduzem-se os nossos amores e ódios, sem esquecer uma pitada de delírio.»

É esta a receita que João Pereira Coutinho aplicou entre 2015 e 2022 para entender o país e o mundo. O resultado é uma viagem ao nosso passado recente – do terrorismo à «geringonça», da pandemia à invasão da Ucrânia – servida através de uma escrita «sulfurosa, ácida e insolente».
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789722075565
  • Editora: DOM QUIXOTE
  • Ano de Edição / Impressão: 2022
  • Dimensões: 234 x 157 x 20 mm
  • Páginas: 304

PROMOÇÕES ATIVAS

Novidades
O autor
JOÃO PEREIRA COUTINHO é colunista da Sábado, do Correio da Manhã e do diário brasileiro Folha de S. Paulo. Escreveu nos semanários Expresso (2004 – 2008) e O Independente (1998 – 2003). Doutorou-se em Ciência Política e Relações Internacionais pelo Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, onde também é professor. Pelas Publicações Dom Quixote, é autor de Conservadorismo (ensaio, 2014) e Vamos ao que Interessa (crónicas, 2015).
Ler mais Ler menos