Exterminem todas as Bestas

Exterminem todas as Bestas

«Exterminem todas as bestas» é uma frase do conhecido romance O Coração das Trevas, de Joseph Conrad. Por que razão a põe Conrad na boca do sinistro Kurtz? Que realidade reflete ela? Na época em que Conrad escrevia, todo o ambiente ideológico e toda uma abundante literatura justificam o colonialismo e o racismo em nome do «progresso» e da «civilização».
Uma triste lei ditaria que os povos inferiores morriam ao entrar em contacto com os povos de cultura superior; se não morriam rapidamente, era um ato de caridade encurtar o seu sofrimento. O holocausto nazi foi único – na Europa.
Mas, afirma Sven Lindqvist, Auschwitz foi a aplicação industrial moderna de uma política de extermínio sobre a qual há muito assentava o domínio europeu na América, Austrália, África e Ásia.
Ao longo de 168 capítulos deste livro fascinante – misto original de livro de viagens, relato autobiográfico e história das ideias – Sven Lindqvist penetra cada vez mais profundamente no continente africano e ao mesmo tempo revela uma espécie de geografia cultural «oculta», a teoria e a prática da expansão imperialista.
Ler mais

Os ebooks e audiobooks mais populares disponíveis na subscrição Kobo+e_Leya.

eBook
€ 11,99
Comprar
Ano de Edição / Impressão / 2022
Número Páginas / 272

Dimensões / 208 x 19 x 137 mm
ISBN / 9789722131377
Editora / CAMINHO
Autor
SVEN LINDQVIST nasceu em 1932 em Estocolmo, cidade onde residia. Viajou largamente pela Ásia, América Latina e África. Foi professor e autor de mais de três dezenas de livros, vários dos quais traduzidos em muitas línguas. Era doutorado em História da Literatura pela Universidade de Estocolmo e tinha um doutoramento honoris cousa pela Universidade de Uppsala. Sven Lindqvist morreu, em Estocolmo, em 2019.