Sinopse
Quando se consumou a independência do Brasil: em 1822, quando foi proclamada, ou em 1808, com a chegada da corte ao Rio de Janeiro?
Como se pode explicar que o Brasil tenha nascido como uma monarquia constitucional no meio das recém-proclamadas repúblicas hispano‑americanas?
De que forma, nos planos político, ritual e simbólico, a legitimidade dinástica se combinou com o novo estatuto atribuído à nação nos dois lados do Atlântico?
Qual o papel da imprensa e do publicismo nos anos de rutura?
De que forma o liberalismo político pôde coexistir com a escravatura?
Por que razão as diferentes capitanias do Brasil não se fragmentaram no processo de independência, como aconteceu nos territórios hispânicos vizinhos?
Como surgiu a ideia do Brasil como uma unidade política e dos brasileiros como uma identidade e uma cidadania diferenciadas?

A independência do Brasil foi um acontecimento decisivo da história de Portugal. É por isso que este livro se propõe a responder estas perguntas e outras mais, no ano em que se comemoram 200 anos sobre a independência do Brasil.

Autores: Alain El Youssef, Andréa Slemian, Isabel Corrêa da Silva, Isabel Lustosa, Jorge M. Pedreira, Miguel Figueira de Faria, Nuno Gonçalo Monteiro e Roberta Stumpf.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789896614782
  • Editora: CASA DAS LETRAS
  • Ano de Edição / Impressão: 2022
  • Dimensões: 234 x 157 x 25 mm
  • Páginas: 376

PROMOÇÕES ATIVAS

Novidades