Sinopse
Primavera de 1963. Algures nos montes Urais, no coração do Império Soviético, uma missão arqueológica descobre sete caixões, no interior dos quais jazem cadáveres cuja pele do rosto foi arrancada. Na mesma altura, em Berlim, um homem é morto ao atravessar o Muro que divide a cidade ao meio. Antes de sucumbir, consegue pronunciar uma estranha palavra: Doppelgänger. Em princípio, estes dois acontecimentos não estão relacionados. Mas a verdade é que existe uma ligação entre a macabra descoberta e o desertor abatido, e essa ligação dá pelo nome de Julius Kranz, um cirurgião da Alemanha de Leste especialista em manipulações eletrocirúrgicas no cérebro humano. Mortimer e Blake vão ambos cruzar-se com este cientista maquiavélico e terão a desagradável surpresa de se depararem com um aventureiro sem escrúpulos, que se prepara para montar a maior mistificação da história da humanidade…
Neste 29.º volume das Aventuras de Blake e Mortimer, Antoine Aubin coloca o seu traço eminentemente “jacobsiano” ao serviço de um argumento original de José-Louis Bocquet e Jean-Luc Fromental, que combina a grande aventura, as brumas da espionagem, os desvios da ciência e as motivações ocultas da História.
Ler mais Ler menos

Detalhes

  • ISBN: 9789892355573
  • Editora: ASA
  • Ano de Edição / Impressão: 2022
  • Dimensões: 311 x 215 x 11 mm

PROMOÇÕES ATIVAS

Novidades NATAL - 20% a 50% desconto em TODOS os livros
O autor
JEAN-LUC FROMENTAL multiplica-se em experiências no domínio dos livros e do audiovisual, quase sempre associado a ilustradores. Inicia-se no mundo da edição com Jean-Claude Lattès e torna-se, em 1980, crítico de BD no Matin de Paris. O seu primeiro romance, escrito em coautoria com François Landon, Le Système de l’Homme Mort, é publicado no ano seguinte. Criou e dirige desde 2003 a chancela Denoël Graphic dedicada à novela gráfica e à banda desenhada para adultos, onde publica, entre outros, Crumb, Posy Simmonds, Alison Bechdel, Antonio Altarriba, Marcelino Truong e Miles Hyman, com o qual, aliás, acaba de assinar Le Coup de Prague na coleção «Aire Libre», da Dupuis.
Ler mais Ler menos