O Dia dos Prodígios - eBook

letras_leya
8
Letras

O Dia dos Prodígios - eBook

"«Lídia Jorge nasceu em 1946 no Algarve. O Dia dos Prodígios, o seu primeiro romance, que constituiu um verdadeiro acontecimento no meio literário português, é uma alegoria ao país fechado que era Portugal durante a ditadura. Nele a autora vai buscar inspiração ao passado comum das mulheres mediterrânicas e da extremidade do mundo ocidental que é a sua terra. Lídia Jorge é uma das escritoras mais relevantes do actual panorama literário português e as suas obras encontram-se traduzidas em inglês, espanhol, alemão, italiano, francês, neerlandês grego, sueco e hebraico. """"Lídia Jorge possui todo o passado poético, essencial, da sua língua. Mas igualmente toda a violência trágica que explode sob a intensidade do sol. É no Sul de Portugal que termina a Europa. Mas é também aí que ela começa.»"
Ler mais

Os ebooks e audiobooks mais populares disponíveis na subscrição Kobo+e_Leya.

eBook
€ 7,99
Comprar

Ano de Edição / Impressão / 2021
Formato / PDF
ISBN / 9789722042499
Editora / DOM QUIXOTE
Autor
JORGE, LÍDIA
Lídia Jorge estreou-se com a publicação de O Dia dos Prodígios em 1980, um dos livros mais emblemáticos da literatura portuguesa pós-revolução. Desde então tem publicado vários títulos nas áreas do romance, conto, ensaio e teatro.
Em 1988, A Costa dos Murmúrios abriu-lhe as portas para o reconhecimento internacional, tendo sido posteriormente adaptado ao cinema por Margarida Cardoso. Entre muitos outros, são de realçar títulos como O Vale da Paixão, O Vento Assobiando nas Gruas, Combateremos a Sombra ou Os Memoráveis, obra que tem sido considerada como uma poderosa metáfora da deriva portuguesa das últimas décadas.
Aos seus livros têm sido atribuídos os principais prémios nacionais, alguns deles pelo conjunto da obra, como o Prémio da Latinidade, o Grande Prémio da Sociedade Portuguesa de Autores - Millenium BCP, ou mais recentemente o Prémio Vergílio Ferreira de 2015. No estrangeiro, entre outros, Lídia Jorge venceu em 2006 a primeira edição do prestigiado prémio ALBATROS da Fundação Günter Grass e, em 2015, o Grande Prémio-Luso Espanhol de Cultura.