LUIS CARDOSO
Luís Cardoso nasceu em Timor e foi representante do Conselho Nacional da Resistência Maubere em Lisboa.
Único autor timorense com representação de destaque no mundo editorial português e europeu, Luís Cardoso é o grande poeta da história e do espírito da sua terra natal austro-asiática. A par das actividades políticas e diplomáticas de apoio à causa da independência de Timor Leste durante a ocupação indonésia, tem uma obra literária de relevo, escrita num estilo único e marcada por um inconfundível toque oriental que confere à língua portuguesa um registo estilístico interessante e novo.
É autor dos romances Crónica de Uma Travessia (1997), Olhos de Coruja, Olhos de Gato Bravo (2002), A Última Morte do Coronel Santiago (2003), Requiem para o Navegador Solitário (2007) e O Ano em Que Pigafetta Completou a Circum-Navegação (2016).
Os seus livros encontram-se traduzidos para vários idiomas. 

Livros do Autor

Visualizar: Lista Capas